sábado, 13 de junho de 2009

um pouco de alma...


"As vezes me pergunto, como estaria se não estivesse assim, deitada no chão, aos teus pés, apenas esperando. E me pergunto qual o sentido de minha vida, se ela está tão ligada, amarrada e presa à tua... Me pergunto, porque estou aqui, neste exato lugar, abaixo dos teus olhos, esperando um único olhar, um único beijo. É, dessa vez você me teve onde queria que eu estivesse desde o começo... E percebo que o tempo todo passei despercebida de você, passamos anos juntos, como se fossem séculos presos na escuridão... Almas atormentadas por sentimentos que errôneamente chamávamos de "amor"...
Mas, não há respostas para minhas perguntas, apenas o chão frio abaixo de mim, e sobre mim, um corpo que ja me pareceu tão quente, que ja me pareceu tão convidativo e prazeroso. Creio-me como tua amada, como tua serva, escrava de teus caprichos e vontades insanas. Tu me crês como um simples objeto de coleção, que ganhaste e guardaste numa estante empoeirada...e quando queres, retira seu pó, lustra, dá atenção, para, depois esquecer-me novamente...
Eu ja quis tantas vezes, fugir, olhar para outro caminho, mas me volto com esse sentimento doentio, pairando sobre meu coração.. Não é, nunca foi e nunca será amor... é loucura, desejo..mas não é amor... Porém, mais uma vez eu me encontro aqui, aos teus pés, fiel como um cão. Esperando migalhas de atenção que caem da mesa de seu senhor...
Um dia, romperei minhas correntes, mesmo estraçalhando meu coração, partirei para longe de ti, e talvez nesse dia, tu me dê tudo que eu sempre precisei e não tive verdadeiramente: você ao meu lado!"

Gente, graças a um "empurrãozinho", eu resolvi começar a publicar aqui meus textos... Esse primeiro não tem nome, assim como a maioria deles... mas espero que gostem... Pra quem vai perguntar, os textos, são baseados em experiências vividas por essa simples mortal que vos escreve... mas não significa que eu vivi tudo que eu escrevo aqui... certas coisas são inspirações de momento...

fico por aqui hoje com uma das músicas de uma banda de metal indústrial alemã que eu simplesmente amo!! Rammstein!! (ficadica!)

Rammstein - Nebel (tradução)

Eles se encontram abraçados,

bem juntos uma mistura de corpos tão rico em dias
onde o mar a terra toca ela dirá a verdade a ele
Mas o vento devora suas palavras
onde o mar chega ao fim
ela segura, trêmula, a mão dele e pousou um beijo em sua fronte
Ela carrega a noite no peito
e sabe que ela deve desfalecer
ela deita a cabeça em seu colo e pede um último beijo
E então ele a beijou
onde o mar chega ao fim
seus lábios enfraquecidos e pálidos
e seus olhos ficam úmidos
O último beijo foi há tanto tempo
o último beijo ele não se lembra mais


BjoO, Paz e Força Sempre!!

Um comentário:

  1. bah acho que agora jah naum falta mais por onde começar!!!:P

    ResponderExcluir